pixabay

Rede estadual de ensino de Goiás tem déficit de superior a 10 mil professores efetivos

Somado ao déficit de pessoal administrativo, são mais de 16 mil contratos

Os dados fazem parte de estudo realizado por pesquisadores também da UFG. O professor Tadeu Arraes, do IESA/UFG, é um deles. Ele conversou com a repórter estagiária Maria Fernanda Ribeiro.

Ouça abaixo

Fonte: Rádio Universitária

Categorias: Acontece