Carteira vazia

Aumento salarial exclusivo para policiais mobiliza categorias do serviço público

Presidente do Sint-Ifesgo comenta previsão orçamentária de 2022 e situação salarial dos servidores do ensino superior.

 

 

 

Após votação do Orçamento da União, com previsão de R$ 1,7 bilhões para aumento salarial de servidores das forças de segurança, funcionários públicos de outras categorias se mobilizam para pressionar o governo federal por um reajuste.

Auditores da Receita Federal, servidores do Banco Central, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), peritos médicos e auditores agropecuários estão indignados com o aumento seletivo.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos das Instituições Federais de Ensino Superior de Goiás (Sint-Ifesgo), Fernando Mota, falou com a Rádio Universitária sobre a situação salarial dos servidores das universidades e institutos federais, que têm vencimentos congelados há cerca de seis anos.

Confira na reportagem de Rodrigo de Oliveira:

 

Categorias: Acontece